REVIFÉ é revivendo com fé!


Deixe um comentário

Outubro Rosa em Roraima 


Estivemos participando da cerimônia de posse da coordenadora municipal do PRB de Rorainópolis em Roraima, 5/11, onde realizamos uma palestra sobre prevenção ao câncer de mama e sobre a vida que existe durante e após o câncer. 

Anúncios


Deixe um comentário

Novembro Azul e Branco


NOVEMBRO: Saímos do Outubro Rosa e agora entramos no Novembro Azul, e existe o Novembro Branco também, vc sabia? * Novembro Azul: O câncer de próstata é o tumor mais frequente em homens no Brasil, compromete um em cada seis acima dos 50 anos. Representa cerca de 70.000 novos casos e 14.000 mortes por ano. O diagnóstico precoce é importante para se alcançar a cura e é feito através de rastreamento anual após os 50 anos de idade, através do toque retal e do PSA dosado no sangue. * NOVEMBRO BRANCO: Também é o mês de conscientização do câncer de Pulmão! O câncer de pulmão é a neoplasia que mais mata no Brasil e no mundo, sendo responsável por uma a cada cinco mortes relacionadas a doença. Cerca de 85% dos pacientes com esse diagnóstico, são ou foram tabagistas. Essa campanha é fundamental para alertar a sociedade para prevenção e combate à doença. Ações específicas para diagnóstico da doença, precisam ser incorporadas para que os resultados relacionados a essa doença sejam mudados.


Deixe um comentário

Empatia e compaixão} Curso para futuros médicos na Unicamp


Um projeto bem brasileiro, um curso para sermos mais exatos. Coordenado pelo professor Marco Antonio de Carvalho Filho, da Unicamp, a ideia é ir contra a corrente de que é preciso manter distância do paciente para atendê-lo e tratá-lo com empatia e compaixão.

“A faculdade dá conhecimento técnico, mas não ensina a ser médico, a lidar com pessoas, a essência da profissão”, diz Carvalho Filho em entrevista à Folha de S. Paulo após constatar que seus alunos do último ano não estavam à vontade com seus pacientes.

Para ter ideia, Rafael Gomes, 31, formado no ano passado pela Unicamp, explica que imaginava que seria como Hunter “Patch” Adams, mas que no final do curso estava mais para dr. House. “Na faculdade, nossa visão poética é destruída. Aprendemos que ser bom médico é saber resolver problemas”.
Com o curso, Carvalho espera ensinar empatia e compaixão a futuros médicos. “O pensamento comum é de que é preciso se afastar do paciente para ter boa conduta. Vou contra essa corrente. Muitos acham que a solução para não sofrer é se afastar.”
Durante as aulas, há debates sobre ética e simulação de consultas com atores, de forma a treinar habilidades de comunicação.
O projeto já contou com mais de 500 alunos e está sendo analisado pela tese de doutorado de Marcelo Schweller, médico da Unicamp, que segundo seus dados atuais constatou que a empatia dos estudantes aumentou, além de 94% dos alunos acharem que sua capacidade de ouvir o doente melhorou.
“Quando estão no ambulatório os alunos se preocupam em atender rapidamente. É raro um professor discutir se o paciente saiu satisfeito, se o médico soube ouvir. Na simulação, refletimos sobre isso”, diz Schweller.
“Essa atitude mais humana deveria permear toda a formação, não ser concentrada em projetos ou disciplinas”, diz Carvalho.
Fonte: Folha de S. Paulo


Deixe um comentário

Curso de Capelania 



Você sabe a origem/história e como começou o serviço de Capelania? 

Você sabe o que deve ou não fazer em uma visita? Você sabe da importância da ética para com os que são visitados e/ou cuidados com a questão de respeito à privacidade do atendimento? Sabe a diferença entre uma ação social, visita e capelania? 

Sabe as leis que regulamentam o trabalho de Capelania em hospitais e presídios? 

Sabe a importância de fazer parte de um Conselho reconhecido por lei? 

Estas e inúmeras outras questões são abordadas no curso e na apostila! 

Venha ser um(a) capelão(a) filiado(a) ao CONFECAP! 

Dia 8/7 estaremos ministrando o curso na Igreja de Nova Vida do Recreio – Rua Senador Rui Carneiro – Recreio das 13 às 18h. 

Entre em contato e garanta sua matrícula, as vagas são limitadas! 

E-mail: pra.sandra@novavidadorecreio.com.br 

Whatssap: (21) 98123 5716


Deixe um comentário

Hospital Mário Kroeff agradece ao Revifé 


Nossa amiga Sandra e o grupo Revifé estiveram no dia 31/03/2017 trazendo aos nossos pacientes lanchinhos, kits de carinho, e para o hospital materiais como fraldas geriátricas, creme dental, papel higiênico, sabonete entre outras coisas.

Esse tipo de ajuda é muito importante para nós, pois são itens muito utilizados no momento em que os pacientes mais precisam.

Ficamos muito gratos pelo empenho do grupo em apoiar o HMK na luta contra o Cãncer, e desejamos encontrar muitas outras pessoas que possam nos ajudar, assim como o grupo Revifé que usa a fé para ajudar aos que precisam.

Obrigado pela ajuda, Grupo Revifé!

Postado pelo Hospital Mário Kroeff em sua página no Facebook

 


Deixe um comentário

Ação e Doação no Hospital Mário Kroeff



Nesta sexta, 31, realizamos nossa Ação e Doação no Hospital Mário Kroeff. Distribuímos 120 lanches para pacientes e acompanhantes; 85 ” kits de Carinho” a pacientes, contendo: batons , esmaltes, cortadores e lixas de unhas ; espelhos de bolsas; cremes hidratantes para mãos e corpo; desodorantes; sabonetes;escovas e creme dental;toalhas de mãos; revistas de caça palavras; canetas, etc. Para o Hospital, doamos Fraldas geriátricas, creme dental, sabonetes, papel higiênico…
Agradecemos a sua colaboração orando, doando e/ou trabalhando conosco! Deus, nosso Pai, recompense à cada um! 

🙏🏻🙏🏻🙏🏻


Deixe um comentário

Coordenadoria da Obra Social do Rio de Janeiro lança o projeto “Transformando o Seu Quadrado”


Este slideshow necessita de JavaScript.

Nesta última sexta, 10, a Presidente do REVIFÉ Sandra de Andrade participou da primeira reunião realizada pela coordenadora da Obra Social da cidade do Rio de Janeiro, Sylvia Jane Crivella, no Palácio da Cidade onde fora apresentado o projeto “Transformando o seu Quadrado” que visa fomentar o trabalho voluntário em todas as camadas da sociedade carioca. Com princípios de mudança em pequena escala, mas de forma organizada e crescente cerca de duzentas mulheres influentes em todos os segmentos, entre elas a Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos Teresa Bergher, a deputada estadual Tia Ju, a juíza federal Claudia Valeria, a Dra Mônica Curvello Machado e a Missionária Claudia Semblano, se propuseram a participar do movimento e buscar realmente uma cidade mais humana e com coração voluntário. Em breve mais novidades que contemplarão todas as mulheres que tem vontade de participar e fazer mais pelos cidadãos do Rio de Janeiro.

Texto e Fotos: Carol de Andrade