REVIFÉ é revivendo com fé!

População ainda desconhece fatores de risco para câncer de mama

Deixe um comentário

Fonte: Terra

Uma pesquisa feita com 270 pessoas no metrô de São Paulo (SP) revelou que a população ainda desconhece os fatores de risco do câncer de mama, tipo de câncer mais comum no Brasil. A pesquisa foi encomendada pela campanha Cada Minuto Conta, da União Latino-americana Contra o Câncer da Mulher (Ulaccam) e a indústria farmacêutica Pfizer. O trabalho contou ainda com o apoio da ONG Oncoguia. 

Apesar do consumo de álcool ser um dos fatores de risco para o desenvolvimento da doença, 86% das pessoas entrevistadas não acreditam que ele tenha conexão com o câncer de mama nem com outros sete tipos de cânceres que ele está relacionado. A obesidade também é um fator de risco. De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa do Câncer, porém, para 78% das pessoas, ela não está relacionada ao surgimento do problema. 

A surpresa dos especialistas ficou com o fator genético, um dos principais elementos de risco para o desenvolvimento do câncer mama. Porém, ela só foi atribuída para 2% das mulheres e 8% dos homens pesquisados.

Com o diagnóstico precoce, número de mortes pode ser reduzido  

Dados do Ministério da Saúde mostram que cerca de 60 mil mulheres morrem todos os anos de algum tipo de câncer, sendo o câncer de mama o mais frequente. Em 2013, foram registradas 14.388 mortes relacionadas ao câncer de mama. Dessas pessoas, 181 eram homens e 14.207 mulheres. 

Reduzir essas estatísticas, porém, é simples – basta que o diagnóstico do câncer de mama seja feito precocemente. Isso eleva as chances de cura para 90%, segundo especialistas. 

O diagnóstico começa com o autoexame. Diante de qualquer alteração, o médico deve ser procurado. Este solicitará exames como mamografia, ultrassom, ressonância magnética e Imagem Molecular Mamária (MBI – Molecular Breast Imaging), também chamada de Cintilografia Mamária de Alta Resolução. 

Cintilografia Mamária de Alta Resolução oferece vantagens à mulher 

O exame de Imagem Molecular Mamária ou simplesmente Cintilografia Mamária de Alta Resolução complementa os achados da mamografia e reduz exames falso-positivos da Ressonância Magnética das Mamas. Além dele ter menor custo, não tem contraindicações para pacientes com marca-passo ou próteses metálicas. Sem contar que seus resultados oferecem maior especificidade sobre o tumor. 

A Cintilografia Mamária de Alta Resolução é diferente da Cintilografia Mamária tradicional. No primeiro caso, por ser um equipamento mais moderno, oferece melhor resolução espacial, por ter detectores de alta resolução (Telureto de Cádmio de Zinco – CZT). Por causa disso, a Cintilografia de Alta Resolução é também chamada de Imagem Molecular Mamária ou Molecular Breast Imaging – MBI. 

A qualidade da imagem obtida é tanta que permite analisar a lesão em fases iniciais, aumentando as chances de cura. Com este exame, é possível diagnosticar alguns casos antes mesmo das alterações morfológicas obtidas com imagens radiológicas comuns. 

Mesmo sendo realizadas na MBI, as 2 incidências tradicionais da mamografia (em cada mama), ela oferece mais conforto à paciente, pois há menor compressão das mamas. E o exame pode ser realizado com a paciente sentada. 

Não existe tratamento padrão para câncer de mama – cada caso é um caso 

Muita gente também desconhece essa informação, mas não há um tratamento padrão para o câncer de mama. Existem quatro tipos de tratamentos mais comuns e outros mais raros. 

Cabe ao especialista avaliar o tipo de tumor e prescrever o tratamento a ser adotado, como cirurgia, quimioterapia, radioterapia, terapia-alvo e imunoterapia. 

A quimioterapia é talvez o tratamento mais conhecido. Ela utiliza medicamentos para destruir ou inibir o crescimento das células cancerígenas. A radioterapia é mais indicada para tumores localizados e utiliza radiação ionizante. Já a terapia-alvo é um composto de drogas anticancerígenas novas que combatem uma proteína ou mecanismo de divisão celular das células tumorais. Por fim, a imunoterapia usa o próprio sistema imunológico da pessoa para combater o câncer. 

—————————

Nota dos editores


REVIFÉ em campanha permanente, “Câncer de Mama, prevenir é o alvo!” 

O REVIFÉ está há mais de 20 anos levando a informação, a prevenção, a detecção, o tratamento e estadiamento, os cuidados, a qualidade de vida durante e após um câncer e a divulgação dos direitos gerais do paciente a todos os segmentos da sociedade! 

E ainda temos muito a realizar! 

Participe conosco ou crie seu grupo, sua instituição em seu bairro, sua cidade ou município! 

O objetivo é um só e o resultado é o pleno combate ao câncer de mama através da educação e orientação e a nossa conquista não é ter nosso nome em evidência no singular, mas sim o nós porque está luta não se vence sem unidade, camaradagem e solidariedade… 

A nossa conquista, sucesso e satisfação será de ver o resultado de um trabalho realizado em conjunto, em grupo e em equipe!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s