REVIFÉ é revivendo com fé!

Amigas até o fim

Deixe um comentário

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

Arquivo Pessoal

Perder quem se ama é algo que vai acontecer. Só não dá para saber quando e como. Isabella Lima, 15 anos, de São Bernardo, não imaginava que a amizade com sua Best Friend seria interrompida pela morte. Camila descobriu que tinha câncer em 2008 e em maio de 2012, partiu. “Sabia que a doença poderia levá-la, mas tinha fé. Ela chegou a se curar do tumor na perna, mas ele se espalhou. Camila sempre foi positiva. Mesmo enfrentando a doença, não desistiu”, conta.

As amigas eram grudadas. “Fazíamos trabalhos juntas e nos encontrávamos nas férias.Quando Camila se afastou da escola, trocávamos e-mails e conversávamos pela web.” Para Isabella foi difícil lidar com a perda. “Sabe quando está acostumada a conviver com a pessoa todo dia e de repente não tem mais ela por perto? Levei um tempo para cair na real, mas choro até hoje. Não de tristeza, mas de saudade.”

A única coisa que a conforta é o apoio dos amigos e família. “Eles me escutam e dão força para continuar.” A psicóloga Maria Helena Franco ensina que o mais importante nesse momento é deixar a pessoa à vontade e ouvi-la.

A relação era tão forte, que Isabella fez questão de não substituir a amiga no seu aniversário de 15 anos. “Enquadramos uma foto dela para deixar na festa e fizemos homenagem. Ela foi uma lição de vida para todos”, explica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s