REVIFÉ é revivendo com fé!

Pais fazem campanha em busca de doador para filho com leucemia no RJ

Deixe um comentário

Os pais do menino Tiago, de quatro anos, vivem um drama na tentativa de curar o menino que sofre de leucemia. Ele já passou por todos os tratamentos contra a doença, fez químio e radioterapia, mas a doença voltou.

A única chance de Tiago agora é fazer um transplante de medula óssea, mas ele ainda não tem um doador compatível. Para isso, os pais começaram uma campanha para incentivar mais pessoas à coleta para o exame de compatibilidade.

“Quando você olha para ele, o olho dele brilha e com uma vontade enorme de viver”, afirmou Vanderson Santos, pai de Tiago.

A chance de encontrar um doador é pequena. Segundo o Inca, é de uma em 100 mil. Para se tornar um doador basta uma pequena amostra de sangue para fazer parte do Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea). E havendo algum paciente compatível, o doador será chamado.

De acordo com os médicos, o transplante de Tiago precisa ser feito com urgência. Em 55 dias, o menino estará pronto para a cirurgia, já que está recebendo tratamento para leucemia no Hospital Naval Marcílio Dias. Os pais esperam encontrar logo um doador. Segundo eles, os médicos dizem que o menino pode ficar muito debilitado.

“Quero vê-lo estudando, coisa que ele tem muita vontade de fazer é estudar”, disse Janaína do Prado, mãe de Tiago.

“Essa doença nos rouba a melhor parte da infância do nosso filho. E a bandeira que a gente levanta é que como o Tiago existem muitos outros Tiagos no Brasil afora, precisando de um transplante”, falou o pai do menino.

Em junho, o RJTV mostrou a história de um bebê de 11 meses que tem uma doença rara e que também precisa de um transplante para viver. Os pais de Guilherme receberam uma boa notícia da Alemanha, mesmo com toda a mobilização em torno do caso entre doadores no Brasil. Uma pessoa foi encontrada e faltam apenas os últimos exames para ter certeza da compatibilidade.

“Foi a segunda data de aniversário dele, a gente brinca, e agora vamos fazer o terceiro assim que a gente confirmar o doador dele, que a gente está na expectativa que seja no máximo em 10 dias”, disse Adriana Mezabarba, mãe de Guilherme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s