REVIFÉ é revivendo com fé!

Descoberto mecanismo que leva Talidomida a provocar malformações nos embriões

2 Comentários

Artigo extraído da cienciahoje.pt.

O medicamento é eficaz no tratamento de câncer

Estrutura  da Talidomida
Estrutura da Talidomida

Uma equipe liderada por um médico japonês descobriu o mecanismo que leva o medicamento Talidomida, atualmente utilizado com restrições no tratamento de alguns cânceres, a provocar malformação nos membros dos embriões quando tomado por grávidas.

Uma investigação publicada na revista Science revela que a Talidomida se liga à proteína cereblon, importante no processo de formação dos membros, tornando-a inativa.

A malformação dos membros em milhares de recém-nascidos foi reconhecida como um efeito secundário grave da Talidomida nos anos de 1950/1960, quando foi amplamente receitada às grávidas para prevenir os sintomas de enjoo matinal.

A Talidomida demonstrou já ser eficaz no tratamento de certos cênceres e da lepra, mas este grave efeito secundário, designado por teratogenicidade, significa que a sua utilização em mulheres é um risco controverso.

Os investigadores médicos têm tentado desenvolver remédios com os efeitos terapêuticos da Talidomida mas que não afetem o desenvolvimento dos membros.

Efeitos isolados

A equipe médica liderada por Takumi Ito, do Instituto de Tecnologia do Japão, conseguiu isolar os efeitos negativos deste remédio e procurou identificar quais as moléculas do organismo humano a que se liga a Talidomida.

Isto foi conseguido através da extração de cada molécula individual à qual se liga o remédio, tendo os investigadores confirmado as conclusões através de técnicas genéticas que reduziram a produção da proteína cereblon em embriões de galinhas e peixe zebra.

Malformação de membros devido ao fármaco
Malformação de membros devido ao fármaco

Os embriões com a proteína reduzida por técnica genética registaram falhas de desenvolvimento semelhantes às de embriões tratados com Talidomida.

Os investigadores concluíram assim que a proteína cereblon é um alvo primário da teratogenicidade da Talidomida mas, em declarações à BBC News, Takumi Ito afirmou que “permanece desconhecido o mecanismo terapêutico” deste medicamento.

“Se pretendemos desenvolver um novo fármaco sem a atividade teratogénica, é importante perceber também este mecanismo”
, frisou o investigador.

Medicamento maravilha

A Talidomida foi criada na Alemanha em 1953 e, em 1957, foi amplamente comercializada como um medicamento maravilha contra os enjoos matinais das grávidas, insónias, dores de cabeça e constipações.

No final de 1961, a Talidomida era retirada do mercado, depois do nascimento de milhares de crianças com malformações dos membros, em inúmeros países.

Em 1998, a autoridade norte-americana para o setor do medicamento (Food and Drug Administration) aprovou a Talidomida para o tratamento de complicações associadas à lepra.

Várias outras patologias parecem responder bem a este remédio, em tratamentos em que outros não foram tão eficazes, desde a infecção pelo HIV às úlceras.

A Talidomida tem sido também crescentemente utilizada no tratamento do mieloma múltiplo, um câncer da medula óssea, estando a sua utilização sob supervisão médica restrita.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Descoberto mecanismo que leva Talidomida a provocar malformações nos embriões

  1. quero ressaltar que alem das deformidades fisicas a droga supra citada causa tamben; paralisia facial, depressao, surto psicotico,problemas cardiacos,ma formaçao do utero, ma formaçao das vias biliares,atresia do reto e etc.a minha mulher e uma dessas vitimas. e o pior de tudo isso e que nenhum orgao governamental se responsabiliza por essas atrocidades . sendo eles os unicos e verdadeiros culpados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s