REVIFÉ é revivendo com fé!

Embriaguez ao Volante Caso Carli Filho: Polícia pede mais 30 dias para concluir inquérito

Deixe um comentário

Portal RPC

CURITIBA – O delegado Armando Braga de Moraes, que comanda as investigações do acidente com duas mortes provocado pelo ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho, pedirá mais 30 dias para concluir o inquérito. O prazo inicial termina neste domingo, quando o acidente que matou Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20, completa um mês. Carli Filho segue incomunicável no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. (Leia também: Motorista alcoolizado e sem carteira de habilitação atropela 4 no Paraná )

Ainda não há previsão de quando o ex-parlamentar será ouvido. Segundo Moraes, o estado de saúde do ex-parlamentar impede que a polícia colete seu depoimento. Na escritura pública de renúncia do ex-deputado, datada de 28 de maio, a tabeliã que reconheceu o documento constatou que ele estava com a boca imobilizada, alimentava-se por meio de uma sonda ligada diretamente ao estômago e tinha grampos metálicos da orelha esquerda até a direita.

De acordo com o delegado, a reconstituição do acidente também segue indefinida, porque só ocorrerá depois que Carli for ouvido. O andamento do inquérito depende ainda dos laudos do Instituto de Criminalística, que não foram concluídos.

Uma das perguntas que continua sem resposta é a velocidade desempenhada pelo Passat dirigido pelo ex-deputado no momento do acidente. Os sete radares da Avenida Monsenhor Ivo Zanlorenzi e da Rua Parigot de Souza – trajeto até o local da batida e região onde fica a casa de Carli – não captaram imagens do carro entre 23 horas do dia 6 de maio e 2 horas do dia 7, intervalo de tempo em que ocorreu o acidente.

Apesar disso, o promotor de Justiça Rodrigo Chemin, que acompanhou as investigações até a renúncia do ex-parlamentar, não tem dúvidas de que Carli dirigia em altíssima velocidade. “Transitar acima da velocidade em ruas da cidade é uma coisa; transitar em velocidade significativamente elevada (próxima, se não superior, a 150 km/h) em via cuja velocidade máxima era de 60 km/h é ir muito além de qualquer razoabilidade”, escreveu no documento endereçado ao Tribunal de Justiça, para comunicar seu afastamento do caso.

O que já está comprovado é que Carli dirigia embriagado, com 7,8 decigramas de álcool no sangue – taxas acima de seis decigramas são consideradas crime e podem render prisões em flagrante do motorista. Ele acumulava 130 pontos na carteira, frutos de 30 multas de trânsito nos últimos seis anos, e não podia dirigir desde julho de 2008.
Vaga continua sem dono

Segue indefinido também o nome do suplente que ocupará a vaga deixada por Carli Filho. Disputam a cadeira o ex-prefeito de Paranaguá Mario Roque (PMDB) e o advogado Wilson Quinteiro (PSB), de Maringá. A decisão final caberá à procuradoria da Assembleia Legislativa.

O primeiro suplente do PSB, ex-partido de Carli Filho, é Mario Roque, mas ele deixou a legenda em 2007 e se filiou ao PMDB. Ainda assim, o agora peemedebista defende que tem direito à cadeira porque foi eleito pelo PSB. Roque chegou a assumir como deputado estadual durante alguns dias em fevereiro do ano passado, no lugar de Reni Pereira (PSB).

Para a Executiva Estadual do PSB, no entanto, Roque perdeu o direito ao cargo quando mudou de partido. A legenda defende que quem deve substituir Carli Filho é o segundo suplente, Wilson Quinteiro, que continua no PSB.

Questionado pela Assembleia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) declarou apenas que, de acordo com o resultado da eleição de 2006, Roque é o primeiro suplente e Quinteiro, o segundo.

O TRE informou que a decisão de quem será empossado cabe à Assembleia, mas a instituição já trabalha com a hipótese de o suplente “derrotado” recorrer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s