REVIFÉ é revivendo com fé!

Tragédia no Piauí: autorizar retorno da população foi "ordem criminosa"

Deixe um comentário


O senador Mão Santa (PMDB-PI) culpou a autorização dada à população da região de Cocal, no Piauí, para que voltasse às proximidades da barragem Algodão I. O local havia sido evacuado três semanas antes, em razão do risco de rompimento da barragem. Mas, baseado em parecer técnico, criticado pelo senador, o governo do estado autorizou o retorno. Mão Santa disse que a ordem foi criminosa.

– Todo o país, pelos meios de comunicação, vive o momento de angústia que os piauienses enfrentam. Como disse [o senador] Heráclito [Fortes], o comentarista Boris Casoy, da Rede Bandeirantes, traduziu bem, com sua experiência de jornalista, quando disse que a ordem para a volta das famílias foi criminosa.

Em seguida, Mão Santa apelou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outras áreas de governo por urgente apoio aos moradores da região atingida. Citou o Ministério da Integração, comandado por Geddel Vieira Lima, do PMDB; a Secretaria Nacional de Defesa Civil; além do Exército, que dispõe de dois batalhões de engenharia no estado.

– Tenho certeza de que o presidente dará a mesma atenção ao Piauí que foi dada durante semelhante desastre ecológico no poderoso estado de Santa Catarina – cobrou.

A inundação que se seguiu ao rompimento da barragem deixou pelo menos quatro mortos e onze desaparecidos em Cocal. A 282 quilômetros de Teresina, o município possui pouco mais de 26 mil habitantes. Cerca de 2.500 moradores haviam sido retirados do município três semanas antes, quando foram detectados sinais de risco na barragem, em razão do excesso de água das recentes chuvas. Depois, um dique foi construído, a pedido do projetista da obra, inaugurada em 2001. O engenheiro Luiz Hernani teria atestado que não havia mais riscos.

Mão Santa pediu que as ações de emergência também cheguem a Buriti dos Lopes e outras cidades que beiram o Rio Pirangi, que tem suas águas represadas pela barragem. Como disse, tanto Cocal como as outras cidades precisam ser reconstruídas, sendo esse um momento de “união”.

– As vidas não retornarão, mas que elas sirvam para que os governantes tenham mais responsabilidade com o futuro da sua população.

Mão Santa aproveitou ainda para agradecer a generosidade dos brasileiros que vem fazendo doações, para atender a população castigada pelas chuvas. Na distribuição dos donativos, informou, ele contou com apoio do Exército e do SESC.
Agência Senado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s